A The Document Foundation anuncia o LibreOffice 5.3 cheio de novos recursos

Berlim, 01 de fevereiro de 2017 – A The Document Foundation anuncia o LibreOffice 5.3, um dos lançamentos mais ricos na história da suíte livre. A suíte de escritório está disponível para Windows, MacOs X e Linux, e pela primeira vez também para nuvens privadas.

O LibreOffice 5.3 representa um importante passo a frente na evolução do software: ele oferece uma introdução aos novos recursos como a edição online e colaborativa, o que aumenta o posicionamento competitivo da aplicação, e ao mesmo tempo fornece melhorias incrementais para tornar o programa mais confiável, interoperável e fácil de usar.

“O LibreOffice é apoiado por uma comunidade fantástica de desenvolvedores”, diz Michael Meeks, um dos membros do conselho de administração da The Document Foundation.… Leia mais

LibreOffice 5.2.5 já chegou.

Berlim 25 de Janeiro de 2017 – A The Document Foundation (TDF) anuncia o LibreOffice 5.2.5 “estável”, o quinto lançamento corretivo da família 5.2. Com base no futuro lançamento do LibreOffice 5.3, os usuários estão convidados a atualizarem para o LibreOffice 5.2.5, se tiverem versões antigas e anteriores ao LibreOffice 5.1.6.

A TDF sugere de instalar o LibreOffice em grandes organizações, administração pública e empesas com o apoio de um profissional certificado (uma lista está disponível em
http://www.libreoffice.org/get-help/professional-support/).

Estrada para o LibreOffice 5.3

O LibreOffice 5.3 será formalmente anunciado em menos de uma semana, no dia 1º de fevereiro de 2017.… Leia mais

LibreOffice Magazine 25

Caros leitores

Leio nos diversos canais de comunicação, na mídia social, oficial, digital, espiritual e coisa e tal, que o ano de 2016 é um ano que “custou” a passar e que muita gente “quer que acabe logo”. Não vou contestar, por que efetivamente o ano de 2016 foi no Brasil um ano difícil.

2016 será lembrado na vida do software livre e de código aberto como o ano onde se consolidou o abandono do software livre como politica de Estado em benefício de produtos estrangeiros, fechados e cheios de furos de segurança.

Mas com todas as dificuldades por que passa o Brasil, nosso LibreOffice segue firme e forte com sua base instalada de usuários profissionais e domésticos, e consolidou-se como suíte de escritório alternativa para milhões de brasileiros, daqueles que não querem ou não podem desembolsar pelas licenças aos que simplesmente não gostam das outras suítes, passando pelos que não gostam de vendedores e controles de licenças.… Leia mais